Archive

Archive for the ‘Favoritos’ Category

Como ser um usuário Linux babaca (fanboy)

24 de dezembro de 2007 110 comentários

Hi folks!

Em comemoração ao primeiro ano dessa birosca, que eu não esqueci, veio um post colaborativo depois de uma semana assáz conturbada. Sim, esse post foi escrito com o auxílio e idéias dos queridos amigos do canal #lin_vs_win (irc.rizon.net). Assim, pensando em fazer um artigo legal para a comemoração do Blog, as idéias foram muitas, e eu quase terminei um artigo sobre Web 2.0 (por que eu não gosto).

Mas, o teor dos comentários aumentou (e o nível caiu) na BR-Linux, e estranhei não ter sido apedrejado por chamar o Stallman de “merda”, até o bicho pegar na discussão onde a Microsoft (finalmente) entregou as especificações do SMB/CIFS pra turma do Samba. Revigorado, analizei um pouco a idéia de vários comentários, e consegui compilar esse artigo repleto de informações que podem te ajudar a identificar um verdadeiro usuário Linux de um babaca vestido de manto com a GPL nas mãos.

Então, é um texto de utilidade pública. Se você se encaixar em algum dos comentários abaixo, pense em mudar de atitude urgentemente! Saia com seus amigos (você tem?), desligue o computador ou use um pouco o MS Windows/Mac OS X, e dê um jeito de perceber o quanto suas atitudes estão sendo infantís e do papel ridículo ao qual você está se prestando. A carapuça fica de brinde em quem ela servir! (se quiser xingar também, pode vir!)

Quer ser um usuário babaca? Siga os passos que vou ensinar.

1) Avatar do Tux

Você tem Orkut? Não perca mais tempo! Mostre ao mundo que você usa Linux, e coloque o TUX no seu avatar! De quebra, ainda entre em várias comunidades repletas de seres como você – Linux Brasil, Odeio Windows e outras. Aproveite e coloque no sobre-nome um Powered by Linux ou coisa assim. Entre em comunidades opostas (Windows Vista, por exemplo) e crie vários tópicos dizendo o quanto você odeia o Windows por incapacidade de conseguir utilizá-lo. Anuncie aos quatro ventos que você usa Ubuntu (ou Debian). Todos terão a mais absoluta certeza que você é um idiota. E falando nisso…

2) Cadastro no BR-Linux

Cadastre-se no Br-Linux. Passe as tardes lá. O Stallman se orgulhará de você. Você não usa Linux por que gosta, mas sim por que ele quer que você use. Você usa por que você é livre (?), já que usa um sistema livre. Aproveite e coloque uma frase de efeito na sua assinatura. Pode ser qualquer uma! De Ghandi à Revolução Francesa. Quanto mais batida melhor. Só pra pensarem que você tem cabeça no lugar, há há!

Adendo: Nossa =P

3) Use Ubuntu, ou alguma distribuição baseada no Debian.

“Ubuntu rulez”. O mundo usa Ubuntu. O Ubuntu desbancou tudo. O Ubuntu é o sistema para usários finais. O Debian é a distribuição mais estável existente, os pacotes são exaustivamente testados e só fica no repositório o que realmente for estável. Ubuntu não vem com drivers proprietários que podem tirar sua liberdade. Você não faz a mínima idéia de como o Linux em si funciona, e nem se interessa por isso, afinal você é um usuário final. Só sabe que o apt-get é a imagem da perfeição, instala programas e resolve dependências automaticamente e quem não usa é idiota e masoquista. Ah sim, todo e qualquer gerenciador de pacotes copia o apt-get.

Adendo: Por incrível que pareça, nunca vi usuários Kurumin fazendo isso. Gosto dessa distribuição, foi uma escola pra muita gente – até pra mim. E um exemplo desses usuários pode ser visto aqui.

4) Slackware é difícil/arcaico e você tem pena dos idiotas que usam.

Slackware é difícil. Afinal, tudo é feito na linha de comando. Tudo! Não tem gerenciador de pacotes, tem que ser tudo compilado manualmente! Tudo!!! E eu sou um usuário final!!!! Eu não quero saber de compilar porra nenhuma!!!! Eu tenho o apt-get!!!! Saber como o sistema funciona???? Nããão, uso Ubuntu, é Linux pra seres humanos, não preciso disso!!!!

Adendo: Que usuários Linux são esse? Usuários-tapa-buraco?

4.a) Ainda mais idiota: Usa Slackware e se acha. (patético)

É!!!! Slackware é difícil, e eu uso Slackware!!!! Vocês usam Ubuntu/Debian e são inferiores a mim. Eu devia dar aula pra vocês. Usuários Windows então deveriam rastejar aos meus pés!!! Idiotas são vocês, que usam Ubuntu. Não sabem pensar e usam apt-get: n00bs!!!! EU USO PKGTOOL!!!!!

Adendo: Sem comentários… =P

5) Linha de comando é coisa arcaica! (dos melhores!)

DETESTE linha de comando. Ubuntu é Linux pra seres humanos! Linux nunca vai emplacar enquanto a linha de comando não for banida!!!!

Adendo: Seria cômico se não fosse trágico. E é real, canal #ubuntu-br na FreeNode.

6) Linux é a imagem da perfeição

Não trava! Não tem vírus! É fácil de usar! Roda bem até com 64 de Ram! Vai desbancar o Windows!

Adendos:

a) Em que século essas pessoas vivem?
b) Fácil? Muito relativo…
c) Não trava? E aquelas janelinhas de crashes, do KDE e do Gnome? Sei não hein…
d) Desbancar? Nesse século? 😀

7) Ideologia – Eu quero uma pra viver.

Você odeia a Microsoft. Você odeia tudo o que vem da Microsoft. Você chora de raiva da Microsoft. E você não está nem aí, afinal de contas o Windows trava e todo mundo sabe disso! (hehe). Mas isso não te pertence mais. Afinal de contas, você é usuário de software livre! Você defende com unhas e dentes (ui!) o software livre, a licença GPL e tudo aquilo que ela é pra algum programador!

A idéia é que juntos estamos fazendo um mundo melhor! É outro modelo de desenvolvimento, o software é feito em comunidades, e software que não é OpenSource simplesmente não presta! A Microsoft e a Apple são do mal, por que ainda que também façam Software Livre eles não liberam na licença GPL! FODA-SE se a licença deles é homologada pela OSI. Não te interessa! A Micro$oft é do mal! O sistema operacional e os programas que uso são de código aberto, para qualquer um ver, estudar e modifica-lo para atender suas necessidades! Isso é liberdade!

Adendos:

a) Você não sabe programar nem um hello world em HTML;
b) Você nunca viu o código de fonte de nenhum desses programas.
c) Você não sabe como esses códigos de fonte são disponibilizados.
d) Não, no .deb que vem no apt-get não está o código de fonte, só os binários.
e) Ainda que você visse o código de fonte você não ia entender nada do que está lá.
f) Você escuta MP3 – formato proprietário;
g) Você é viciado em YouTube e adora Flashes – programa proprietário.
h) Você lê PDFs e DOCs – programas proprietários, ainda que o PDF seja padrão OSI;
i) Você transa????

E, falando nisso…

8) A pirataria!

Pirataria??? Jamais!!! Afinal de contas, você é usuário de software livre. Você usa apenas software livre. Você não formata mais computadores dos seus vizinhos e colegas, só se eles pagarem a licença do Windows. (Ainda assim você instala de má vontade, se eles pagarem). Você devolve o computador com Ubuntu, o dono da máquina usa, acha uó e tem vontade de te matar. Você tenta explicar pra ele a “beleza” do Software Livre, a “independência” do Software Proprietário e a sua luta pessoal contra as coisas da Micro$oft. Mas o teu vizinho não tá nem aí, te manda pra um lugar não muito legal e manda a máquina pra outro “téco” formatar.

Adendos:

a) Você continua escutando MP3 – violação de direito autoral, pirataria;
b) Seu computador tem M$ Windows XisPuta pirata, que você “só usa pra jogar”;
c) Seu M$ Ruindow$ XP tem vários jogos e programas piratas, que você também “quase não usa”.

9) Linux??? Você tá falando do GNU/Linux, né???

Que Linux que nada! O GNU/Linux foi feito com ferramentas da GNU (GCC, Glibc…) e programadores desse movimento filosófico que veio ao mundo para proteger as pessoas da devastação do software proprietário. É GNU/LINUX e ponto final. Azar se o Linios Torovoltos acha que isso é idiotice! O Stallman fala que é pra ser GNU/Linux então é GNU/Linux. Afinal ele tá certo! Ele é um gênio! Azar que o Kernel dele é o maior vaporware do século e que o sistema operacional dele (Emacs) não tem Kernel. É GNU/Linux e pronto. Ouviu bem??? G-N-U/L-I-N-U-X.

Adendo: Ok, manda ele instalar o GNU/FireFox, GNU/Pidgin, GNU/AmaroK…

10) Alternativas OpenSource são muuuito melhores que os proprietários

Sério! Não juro por Deus por que Deus não existe. Mas os programas OpenSource são muito melhores que os proprietários. Qualquer um deles! O OpenOffice é muuuito melhor que o M$ Office. O Gimp é muito melhor que o PhotoShop. Ainda que eles tenham 1/3 dos recursos, na grande maioria das vezes são cópias descaradas dos programas e em 70% dos casos tem bugs estrondosos que vem de brinde. Mas são muito melhores! Todo mundo sabe disso. Só usa programas proprietários quem quer.

Adendos:

a) A mesma ladainha de sempre, mas os defensores sempre usam FofoShop (pirata) e CorelDró (pirata) no Windows (pirata). GIMP e Inkscape, que são excelentes, nada;
b) Pra mim, OpenOffice é pesado e ineficaz, e eu uso MS Office (e agora Lotus Symphony, inclusive esse artigo foi escrito nele) sem qualquer peso na consciência, em meu Fedora Linux 8 64bits.
c) A maioria desses programas sequer chega a um estágio utilizável ou para no tempo por falta de desenvolvedores. Ora, mas o Software só presta se for feito em comunidade? Como os proprietários geralmente chegam (e muito bem) nas versões finais? o.O’
d) Não, não sou Ateu. Sou Adventista do Sétimo Dia, mas a maioria dos Stallman Suckers são.

11) Linux como tapa-buraco

Que Linux nada. É bom mas não é o melhor. Bom mesmo é o Mac OS X! Aquilo é sistema. Não trava, tem programas legais (proprietários mudam de nome nessa ocasião), tem programas de Linux, é bonito, fácil de utilizar, de configurar e tudo mais. Uso Linux sim. Mas só por que não tenho Mac OS X. Aquilo é a imagem da perfeição em forma de software. O Linux devia ser que nem ele!

Adendo: O cara nunca utilizou um Apple na vida dele e sequer conhece as lendas do Mac OS Classic – eu usei…

12) A IBM é amiga do Software Livre!

Você só comprará computadores montados se forem da DELL, da IBM ou da HP. Elas são empresas amigas do software livre. Elas vendem PCs com GNU/LINUX!!! Não importa se a IBM fabricou máquinas de formulário Hollerith para fichar judeus. Se ela deu o mercado do software de presente pra Microsoft ou foi tão cruel com outros concorrentes no passado. O que importa é que ela é amiga do Software Livre e ponto final e ganham milhões (?) vendendo GNU/Linux. A Novell é uma empresa do mal. Também não importa que o SuSE é das melhores distribuições hoje existentes, dela patrocinar o Gnome e outras coisas. Ela tem um tratado com a Micro$oft. Ela também não presta.

13) A MICRO$OFT ESTÁ FALINDO!

Sério!!!! A Microsoft está morrendo de medo do GNU/Linux!!! O medo já bateu na porta dela!!! Ela está desesperada!!!! GNU/Linux não para de crescer!!!! Ano que vem só vai ter Linux rodando!!!!

Adendo: Preciso falar algo mais? Vejam um exemplo nesse link

Conclusões

Admito que também já falei várias das coisas que citei aí em cima. Mas a vida é uma eterna escola, e hoje vejo o quanto eu fui infantil pregando coisas assim. Não é fácil mudar o mundo, nem a mentalidade lesada de um batalhão. Mas as verdades precisam ser ditas. Doa a quem doer. Alguém precisa fazê-lo! =)

Agradecimentos

Aos amigos da comunidade #Lin_vs_Win: Caio, Jefferson, Cainã, Renan, Gerson, Chavão e pra quem mais estava lá na hora da discussão do assunto.

Stay safe,
Lucas Timm.

Categorias:Diversos, Favoritos, Linux

Filmes dos últimos dias.

30 de setembro de 2007 7 comentários

Hi folks =)

Adoro assistir filmes. Mesmo! Seja DVD, torrent ou de onde vier. Então, minha última semana foi marcada por três incríveis filmes que você merece assistir. O primeiro foi baixado na internet (torrent no Mininova!), o segundo eu ganhei o DVD, e o terceiro? Acabei de voltar do cinema e já estou procurando para download. =)

1) Tropa de Elite

O filme é bem interessante, e mostra a realidade das polícias e do Bope no Rio de Janeiro. É bem legal, apesar de que, eu não acredito que o Bope seja realmente puro e imaculado como o filme tenta mostrar.

Comentários maldosos surgem a todo momento sobre o filme, como este daqui. Mas pra mim, todos os que vem nesse estilo (já li vários), saem de pessoas que são leitores da revista VEJA e/ou telespectadores da TV Globo, que por sua vez (na minha opinião) são comparáveis a usuários Debian.

Se a “justiça” realmente impedir o filme de ir ao cinema, compre o DVD, um genérico ou baixe na internet. É ótimo.

2) Cranberries – Beneath the Skin

Cheguei em casa na quinta feira, e fui surpreendido pela minha mãe ao me mostrar o DVD “Beneath the Skin”, do Cranberries, que saiu na coleção do jornal O Popular essa semana e ela comprou. Parei pra assistir imediatamente.

Cranberries é das minhas bandas prediletas, e o mesmo DVD contém um show da banda realizado no final do ano de 1999, num estádio de futebol em Paris.

Os extras são clipes (inclusive da Promises, minha predileta!) e filmagens ao vivo de “raras” atuações. O DVD é excelente para quem quiser matar a saudade da banda, que está pausada desde 2003 ou 2004 (nem lembro xD), onde os cantores decidiram dar um foco mais forte em suas carreiras solos. A Dolores gravou um CD recentemente (ainda não baixei), e o Noel tem uma bandinha chamada Mono Band. Nostalgia pura!

3) Hairspray

Voltei do cinema há cerca de 1 hora após ter assistido o filme Hairspray. Este narra a cidade americana Baltimore, no ano de 1962, onde Tracy vive. Ela é beeeem fofinha (gordinha mesmo!) e dança incrivelmente bem.

Então, o musical se passa em meio do regime Apartaid  Apartheid, onde o racismo obrigava cidadões brancos e negros a viverem separadamente, até que encontra-se um interesse comum a ambos os jovens: O programa de TV “Corny Collins Show”.

O filme é emocionante, com uma trilha sonora *perfeita*, e onde também senti um cheirinho de Hair – filme pré-histórico que eu também adoro, sua mãe deve conhecer – em algumas cenas como o protesto que eles fazem na frente da emissora. Tá no Cinemark!

Tchau:

Sem demorar muito, tenho que ir: Meu plantão está marcado para as 22 horas de hoje.

Stay safe, e boa semana!

Lucas Timm.

Categorias:Diversos, Favoritos, Filmes