Arquivo

Archive for novembro \25\UTC 2007

Fotos do Piercing

25 de novembro de 2007 24 comentários

Aqui, aqui e aqui. E quando inflamou, ficou (atenção ao clicar…) assim.

Cuidem dos seus…   😛

Lucas Timm.

Anúncios
Categorias:Diversos

Saí do Orkut

25 de novembro de 2007 10 comentários

É verdade, ontem saí do Orkut. Foi legal enquanto durou, mas demorei pra perceber percebí que aquilo nunca teve utilidade, é um local fútil cheio de pessoas fúteis com QI menor ou igual a 2. (claro, tem excessões).

Talvez eu volte, mas não tô com essa idéia. 🙂

Stay safe,
Lucas Timm.

(Ainda hoje postarei fotos do meu piercing – será mesmo?)

Categorias:Diversos

A incrível jornada de um piercing

18 de novembro de 2007 192 comentários

Sim! Depois de 10 anos de muita vontade, furei a orelha há duas semanas, no dia 08 de novembro, colocando um megabell (vulgo transversal) com um spike em cada ponta. Feliz e contente, meus colegas de trabalho perguntaram horrores, até a tia Cloida não conseguia olhar pra mim nos dois primeiros dias, apesar da “aceitação” ter sido excelente. \o/

Mas, infelizmente, nem tudo deu certo, e por mais que eu estivesse seguindo todos os cuidados que me foi passado no cartãozinho do estúdio que furou, no sábado seguinte, minha orelha amanheceu inflamada (parecendo uma beterraba). Então, conversei com algumas pessoas (contatos do MSN, Orkut, li yahoo groups e etc) que me aconselharam alguns procedimentos, que não foram informados na hora H.

Assim, acredito que valha a pena contar mais sobre isso pros interessados em body piercing, seja onde for. =)

Sobre a perfuração: Dói?

Sim, dói. Mas não mata. Sempre ouvi lendas de que, furar na cartilagem é o lugar mais dolorido, por que é sensível, e tal. Mas na verdade, comigo, não foi bem assim.

Onde coloquei, aqui em Goiânia, foi um estúdio legal, com lindas atendentes (hehe) e com um pessoal que realmente sabia o que tava fazendo (pareceu, hehe). Escolhi a jóia e ela foi esterilizada. O rapaz limpou bem minha orelha com álcool, depois marcou com lápis de olho os locais, lambusou minha orelha com xylocaína e furou.

A xylocaína não fez efeito (não deu tempo), e eu senti a dor dos dois furos. O furo de cima (seguindo uma linha imaginária a partir do olho), que eu pensei que iria doer mais, foi super tranquilo. Doeu um pouquinho, senti a agulha atravessando, e pensei.. Pô, só isso? 😀

E eis que veio o furo de baixo (seguindo uma linha imaginária partindo do nariz), que eu pensei que iria doer menos, foi complicado. 😀   Essa parte da cartilagem, em mim pelo menos, é mais fina porém mais resistente. E doeu ao furar, sim. Mas instantaneamente, ele já coloca a jóia, que já ocupa o furo, e a dor logo passou.

Nenhum dos furos sangrou, e minha orelha passou quente uma boa parte daquela tarde, mas sem sentir dor depois. A mobilidade da jóia nos furos também era pouca no início, pois os furos ficaram levemente inchados. Mas logo resolveu, e valeu a pena!

E a alimentação? Não vou poder mais comer chocolate???

A reposta é: DEPENDE!

Tenho um amigo (Ted) que tem um piercing no Tragus, sem cuidado nenhum na alimentação (apenas na higienização), e o furo cicatrizou normalmente, super rápido também.

Mas, existem pessoas em que a má alimentação pode influenciar negativamente no resultado. Por isso, na minha opinião, não é legal arriscar, e vale a pena sim manerar nos hábitos alimentares até que a cicatrização esteja completa.

De modo que, não convém ao recém-furado que coma comida remosa, carne de porco/carne gordurosa, chocolate, manga, bebida alcoólica, e até mesmo <seu hamburger fast-food predileto> (o meu é o BigKing). Sim, pode atrapalhar na cicatrização, independente do local onde tenha sido colocado: Isso vale pra qualquer piercing.

E a Limpeza, como faz?

A limpeza do piercing deve ser feita com água e sabonete Protex, algumas vezes ao dia (não só na hora do banho). Gire o piercing, para ele não encrostar no meio das secreções que os furos liberam. Faça isso algumas vezes ao dia também, não só na hora de lavar. Dói um pouco no início, mas também não mata ninguém, e depois fica algo natural e quase transparente.

Não utilize algodão, gase, cotonete ou qualquer outra coisa para limpar, se ficar filamentos no local irá facilitar a inflamação…

Que remédios posso utilizar?

Jamais utilizar álcool, merthiolate, água oxigenada ou algum outro cicatrizante qualquer. Estes fecham o ferimento por fora (ou seja, ajudam a fazer aquela “casquinha”), mas não trabalham por dentro.

Se for o caso, utilizar algum spray anti-séptico e Polvidine. No estúdio que furei, comprei também um frasco de sal-marinho para misturar com água limpa, que (teoricamente) auxilia também na cicatrização interna. Mas comigo isso não ocorreu, e minha orelha (que antes parecia uma batata ruffles, pois a água acaba secando e o sal fica) acabou por inflamar. Suspendi o uso disso.

Outra coisa que é simplesmente maravilhosa no pós-furo, é a pomada Diprogenta. Custa cerca de 20 reais, e comigo fez maravilhas. Ela auxilia para cuidar da inflamação (desapareceu completamente dois dias depois!) e combate a formação de quelóide nos furos. Está sendo minha pomada diária após a limpeza com Água + Protex.

E se inflamar?

Caso inflame, continuar lavando bem a orelha com Água + Protex. Se for o caso, também tomar Diclofenato em comprimidos (ou gotas, no caso do Cataflan) de 6 em 6 horas.

Se inflamar, lembre-se você está realmente cuidando bem da limpeza de seu piercing e da sua alimentação. Os motivos mais frequentes são esses.

Não retire a jóia no caso de inflamação, só tire depois da cicatrização. Dobre os cuidados.

Cuidados Gerais (ou Resumão)

Lembre-se de não dormir em cima do piercing, usar fronhas limpas, girar ele algumas vezes por dia, sempre limpar, não tocar com a mão suja nem deixar as pessoas ficarem enfiando a mão, não usar álcool ou merthiolate.

Um arrependimento que eu tenho (não pensei na hora) é que, colocando um Spike, preciso ter um cuidado extra na hora de vestir alguma camiseta ou secar a cabeça após o banho: as coisas engancham nas pontinhas, e não ocorreia se fossem bolinhas…

E enfim: A cicatrização demora?

Reposta: DEPENDE!

Cada organismo é diferente, mas o tempo médio para cicatrização é de 30 a 40 dias, tomando-se todos os cuidados. Para ficar bom mesmo são cerca de 3 meses, aí o furo é definitivo. Até lá, continue cuidando, uma hora acaba!

Stay safe,
Lucas Timm

Categorias:Diversos