Início > Diversos, Faculdade > E quando os professores viajam…

E quando os professores viajam…

Acontece. Não deveria, mas acontece. Após uma hora de atraso desde o horário normal para o começo da aula, ele aparece. Pede desculpas a toda turma, que estava jogada pelo corredor da faculdade, pois se confundiu no horário e pensava que sua aula seria no último horário. Infelizmente isso acontece com qualquer mortal. Não é crime. Nem pecado.

A matéria era “Projetos de Rede”. Pelo menos era pra ser. E, enquanto eu recebia por email a folha de uma atividade da aula do dia anterior, parei para prestar a atenção em um pouco do conteúdo que estava sendo apresentado. “Em antigamente as soluções corporativas para redes eram proprietárias. Isso implicava que, seus equipamentos e sua rede precisavam ser de um mesmo fabricante, incompatíveis com outro”. Peraí, essa aula é de MS Visio e MS Project… Há algo errado!

Sim, e como estava errado. Numa pequena distorção de conteúdo, passamos a aprender “Fundamentos de Rede”, matéria já ministrada com louvor no primeiro semestre aqui na instituição. Os comentários com os colegas são impagáveis. Em boca-miúda, claro! “Ow, alguém precisa contar pra ele que a matéria tá errada”, ou “Manda um net send pro computador do professor contando que isso a gente já conhece”. Ninguém se pronunciou. E o pior, nem eu! Hoje não tô afim de comprar briga. Não com ele. Mas a vontade era grande!

Mas o melhor (ou pior) ainda estava por vir. E, nessa aula descobri algumas coisas que NUNCA TINHAM PASSADO PELA MINHA CABEÇA, e recebi pequenas correções daquilo que já me foi ensinado. Pérolas indignas de um quinto período:

– LDap é um protocolo utilizado com IPX;
– Vocês já ouviram falar no endereço Mac?
– O switch tem uma tabela de roteamento;
– Roteador e gateway são a mesma coisa;
– A instituição não tem um moodle, perguntei ontem e ainda não havia.

Pior do que essa, só meu meu quarto período, onde eu aprendi JSP na matéria de  “Servidores de Aplicação”.

Categorias:Diversos, Faculdade
  1. Wesley Pires
    20 de agosto de 2008 às 8:49 pm

    Muito bom post.
    Não vou negar que esquecemos conceitos básicos, quando ficamos sem mexer com o universo eletronico, porem, esquecer é uma coisa, saber e ensinar errado ai é foda.
    Por gentileza caro professor, queira por favor se jogar nas chamas.

  2. LUO
    21 de agosto de 2008 às 9:36 am

    D+,, RSRSRS POR QUE ,TEMOS ESSAS LOUCURAS MEIOS DOP’S. AXO TRI LEGAU..

    ADORO ESSE BLOG..

    MEU MSG.

  3. Erick
    21 de agosto de 2008 às 9:34 pm

    O que está errado com a pergunta sobre o endereço MAC?

  4. 22 de agosto de 2008 às 12:19 am

    No quinto período da sua faculdade em redes de computadores, você já ouviu falar alguma vez – ainda que vagamente – na lenda do endereço Mac?🙂

  5. Kei
    25 de agosto de 2008 às 9:54 pm

    gostei do seu cantinho! hehe
    bjos

  6. Wesley Pires
    29 de agosto de 2008 às 4:24 pm

    Assim como o lendário modelo TPC/IP e o pouco difundido modelo OSI (estes por sinal eu estou vendo novamente na aula de comunicação com o mesmo professor proferido no artigo acima). Tambem é lenda dizer que:

    Algoritmo
    |SE (professor=asno)
    ||ENTÃO “Lista de alunos informados:”, 0
    ||Fim SE
    |Fim Algoritmo

    Nossa, puta piada de computeiro!!!

  7. Wesley Pires
    1 de setembro de 2008 às 8:10 am

    Eu aqui novamente contando outra perola profedira por ele sexta feira:
    “Para conectar duas máquinas, as duas devem ter o mesmo IP”
    Putz legal, não sabia.
    Irá mudar minha vida totalmente.

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: