Início > Diversos, Linux, Microsoft > E usar software por ideologia, sempre dá…

E usar software por ideologia, sempre dá…

MERDA!
(me segura, hoje tô com a macaca!)

Agora, os Telecentros de São Paulo, que eram (até ontem) referência no uso do tal do “Software Livre” serão migrados. Atenção, *todos*, sim, eu disse TODOS, para o Microsoft Windows Vista. Segundo eles, os deficientes visuais não se adaptaram bem ao Linux, a Microsoft deu as licenças do Windows Vista, a prefeitura banca o upgrade e fica tudo lindo pros dois lados. (e eu achei graça demaaais. :P)

Tá certo que, a desculpa que usaram, é mais esfarrapada, impossível. Ok, acredito que o mais sensato deveria ser a adequação de um determinado número de equipamentos pra algum sistema da Microsoft, como o Windows XP, ou Windows 2000. Isso dispensaria o upgrade de hardware. Afinal, pra quê o Vista? É sacanagem com os deficientes até no nome, (trocadilho infame:) infelizmente eles não podem ver as grandes novidades do Windows Vista, sejamos sensatos.😛 Mas por favor, imaginem quantos impostos serão gastos em vão no upgrade?

Mas tá tudo bem, tá tudo ótimo. Esse é apenas mais uma coisa que me faz desacreditar no tal do Software Livre. Eu não acredito há tempos, e uso Linux por que supre minha necessidade bem mais que o Windows. Pois simplesmente, é muito bonito ser OpenSource. É quase cristão. E com certeza, esses artistas da comunidade estão protestando e postando links pro lado do vento, mostrando as “soluções software livre” para deficientes visuais (na comunidade Linux vs. Windows, mesmo, o Marco postou – e eu achei interessante).

Então, como eu mesmo disse no parágrafo acima, *eu* achei interessante. E, graças a Deus (mesmo), não sou um deficiente visual. Como eu posso opinar num software que, definitivamente, tem seu foco específico, e eu não estou incluso nele? Acordem! A desculpa O argumento tem sentido sim, e eu acreditaria nele se fosse feito da maneira que citei, ou pelo menos de uma forma bem implantada, algo com sensatez!

E assim, concluindo meu pensamento, também voltando ao assunto, esse é só mais um dos motivos pelos quais eu não apoio o software livre. Como eu já falei, é bonito ser OpenSource. Nas empresas, é quase algo como a Responsabilidade Social. Mas, a maioria dos “softwares livres” funcionam apenas em determinadas situações, na minha opinião.

Um software pra uma grande empresa (ou pra uma cidade, por exemplo) requer foco. E foco não é ter o código de fonte aberto pra qualquer um ver e alterar pras suas necessidades. Raríssimos casos fazem assim (mas temos exemplos legais também, como o Google e o MySQL), e quando as dificuldades apertam, ou as propostas das empresas de “software proprietário” ficam interessantes, a conversa muda totalmente de figura, e os ideais pelo futuro da humanidade saem de pauta.

A proposta da Microsoft foi interessante (ou não teriam aceitado). Tenho motivos pelos quais, caso eu fosse o articulador do projeto dos Tele-Centros, não aceitaria a tal proposta, não assim. Mas estaria sempre aberto à negociações, com a empresa e com o software que fosse, independente do licenciamento do software e do dinheiro em questão, (se houvesse). Diálogo é bom, e as coisas não funcionam impostas.

E assim, enquanto isso, a comunidade Software Livre (bando de Debiano folgado) chora as mágoas no Br-Linux…

Categorias:Diversos, Linux, Microsoft
  1. 30 de outubro de 2007 às 2:42 am

    Ta ai, curti!

  2. Diego
    30 de outubro de 2007 às 3:38 pm

    Software Livre eh para geeks e hackers…
    nos que gostamos de saber o como.. da coisa

  3. 30 de outubro de 2007 às 6:43 pm

    LOL! Linkou na comunidade?

  4. 30 de outubro de 2007 às 9:03 pm

    Fabiane: Sim!😀

    Diego: Se eu fosse ler o código de fonte de cada software que eu instalo eu não teria vida. Não preciso ler os códigos de fonte dos meus programas pra ser Geek. Até por que isso não me interessa, e acredito que você também não leia.🙂

  5. Rael Max
    30 de outubro de 2007 às 9:38 pm

    Timm muito massa esse teu post aqui…
    adorei a parte do… “é muito bonito ser OpenSource. É quase cristão.”
    embora não concorde com o post inteiro… mais faz a gente pensar bastante.

    agora cá pra nós, você acha que não tem alguma “mafia” no meio desse acordo?

  6. 30 de outubro de 2007 às 9:51 pm

    Eu preciso achar? Os fatos não falam por si só?

  7. Bruno tijolaum
    31 de outubro de 2007 às 12:36 am

    Timm não acho que seja incopetência do software open, o nome disso é safadeza mesmo, roubo! se fosse para usar windows usasse o xp mesmo, pena que esses safados não tem vergonha e usam umas desculpas emotivas “é por causa dos Ceguinhos” pô velho dando uma larga margem para os usuarios deficientes visuais chega uns 5%,política é foda!
    Enquanto isso eu estava aqui bebendo leite com agua oxigenada e soda cáustica, pensou se eu deixo por acaso cair esse leite no olho poderia ate ficar Cego.O_o
    abraços

  8. Rael Max
    31 de outubro de 2007 às 1:26 pm

    O que deixa a galera indignada não é nem o fato de se trocar o software livre pelo software proprietário… e sim a desculpa dada por esses FDP´s.

  9. 31 de outubro de 2007 às 2:07 pm

    Tijolaum, se o Linux em questão tivesse sido adotado com base nos requisitos técnicos ou até mesmo custo, a troca não teria ocorrido. Essa é a questão.

  10. Rael Max
    31 de outubro de 2007 às 8:14 pm

    O Vista está entrando no lugar do linux por que?!

    Será se os cegos não se acostumaram com o ambiente gráfico?!

  11. 9 de novembro de 2007 às 5:21 pm

    A Opcao pelo uso do software livre com cusco “zero” impoe a empresa tenha profissionais com conhecimento para operar e dar o suporte para tal. Otima desculpa de “UPGRADE” ainda mais pra quem vai ganhar a concorrencia na venda das peças. E o gasto de verba publica de na lei de forma desonesta ! Phoda!!

  12. 9 de novembro de 2007 às 7:18 pm

    FireFox é software livre, aposto que quem usa não precisou de treinamento para tal. Assim como os sistemas operacionais, que para os usuários (pelo menos) deveria ser uma coisa transparente, de modo que não fizesse diferença o uso do X, Y ou Z. Isso sim seria uma implantaçao bem feita. Logo, o suporte não é desculpa.

    Assim como eu já cansei de ver – inclusive já participei de um projeto, nos meus tempos de ativista -, em que instrutores ensinavam pessoas com o tal do software livre porém deixando bem claro que eles não usariam aquilo, e que no Windows seria diferente.

    Aí fode.

  13. 7 de setembro de 2008 às 11:54 pm

    Como sempre, discordo da maior parte do texto, porém estou sem saco para argumentar agora. Deixa pro IRC depois!😛

  14. 8 de setembro de 2008 às 11:01 am

    E como sempre eu toquei na ferida…

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: