Início > Diversos > Mini-manual de vi

Mini-manual de vi

 Hi folks!

 

Tô meio sumido, trabalhando demais e tive uns problemas pessoais,
mas estão se resolvendo.

Sem idéia do que postar (algo interessante), eu colocaria o tutorial de Screen
do meu amigo Caio, mas ainda não é tempo. Calma, Caio, colocarei em breve! Mas hoje algo rapidinho sobre um maravilhoso editor que, muita gente (ainda) morre de medo: O vi!!!

 Explicação:

 O editor vi é onipresente em todo sistema operacional Unix-based ou Unix-Like. Ou, pelo menos alguma forma “adulterada” dele (vim) ou algum clone (elvis).
Mas, na prática, a usuabilidade é igual. Lets go? Digite ae, vi /algum/arquivo.txt ou simplesmente vi (para abrir um texto vazio).

Os modos de operação

 

 O vi é dividido em dois modos de operação. O modo de comando (command) e o modo de inserção (insert). Quando estiver em modo de inserção, as teclas digitadas
entrarão como caracteres no texto. Para voltar ao modo de comando, pressionar a
tecla ESC.

Recomendo, após qualquer caractere digitado, bater na tecla ESC. Não estranhe se virar um vício!

Enfim, os comandos \o/

 Após a noção de como a criança funciona, chegamos à parte r0x: Os comandos.

 

  •  i – Entra em modo de inserção
  • o – Insere uma linha abaixo do cursor e entra em modo de inserção
  • O – Insere uma linha acima do cursor e entra em modo de inserção
  • h – Move o cursor pra trás
  • j – Move o cursor pra linha de baixo
  • k –  Move o cursor pra linha de cima
  • l – Move o cursor pra frente
  • v + h, j, k ou l – Seleciona o texto (segurar o v)
  • y – copia o texto recém selecionado
  • c – corta o texto recém selecionado
  • p – cola o texto recém copiado/cortado
  • x – Apaga um caractere (delete)
  • shift + x – Apaga um caractere (backspace)
  • dd – Apaga uma linha inteira
  • u – Desfaz a ultima alteração recém-feita
  • /string – Procura pela ocorrência string no texto
  • n – Passa para a próxima ocorrência previamente pesquisada
  • :! – executa um comando
  • : x /nome/do/arquivo.txt – Salva com o nome designado e sai do vi.
  • :x! – Salva e sai de um arquivo já nomeado (caso esteja editando um existente)
  • :w /nome/do/arquivo.txt – Salva o texto com o nome especificado
  • :wq – Salva e sai
  • :wq! – Salva e sai sem pedir confirmação.
  • ZZ – Também, salva e sai sem pedir confirmação e sem tchauzinho.
  • :e /nome/do/arquivo.txt – Abre o arquivo para edição
  • :u – Desfaz todas as alterações desde o ultimo salvamento

 

E tá bom por hoje, vou dormir. É importante lembrar que, se você criar o arquivo antes de editá-lo com o vi, já com uma extensão (exemplo: touch script.c) ele já abrirá o
arquivo com o highlight proprio pra linguagem C (extensão .c), o que (obviamente) também vale pra outras extensões.

Ah, concluindo, pode parecer dificil fazer o uso do vi no início, mas por incrivel
que pareça, 20 minutos de uso e você estará craque :D

Abraços,

Lucas Timm.

Categorias:Diversos
  1. 28 de janeiro de 2007 às 2:38 pm

    Isso me será útil no futuro!

  2. Thomas
    28 de janeiro de 2007 às 3:42 pm

    Cara, eu adoro o vi, é simplesmente meu editor favorito, tem um comando que eu sempre uso que é o
    :s/textooriginal/textosubstituto

    q altera todas as ocorrencias na linha onde o cursor se encontra no momento do comando, vou ver se pego o handbook e descubro como fazer a substituição no texto inteiro.

    Vi rules!!!!

  3. Thomas
    30 de janeiro de 2007 às 12:42 am

    Só complementando…

    Guia de referencia vi.
    http://www.adminschoice.com/docs/vi_editor_ref.htm

  4. 30 de janeiro de 2007 às 1:00 pm

    😀

    Obrigado pelas dicas, Thomas! Eu não conhecia esse :s e gostei muito! Obrigado pelo link também!

    E aguardem: O próximo post será a respostas das 11 perguntas que elaborei e que um WinLooser da comunidade foi incapaz de responder. Quem acompanha sabe do acontecido!

  5. 1 de fevereiro de 2007 às 3:33 am

    Vi nada, o negócio é Emacs.🙂

  6. Fábio Lapa
    30 de janeiro de 2008 às 8:58 am

    Olá, ótimo artigo.

    Estou aprendendo o VI agora e vou tentar ajudar um pouco também (Search and Replace):

    – Procura pela primeira ocorrência na linha atual e substitui
    :s/OLD/NEW

    – Procura por todas ocorrências na linha atual e substitui
    :s/OLD/NEW/g

    – Procura por todas as ocorrências nas linhas # (Ex: Procure e substitua a ocorrência na linha 2 e 3) e as substitui
    :#,#s/OLD/NEW/g

    – Procura por todas as ocorrências em todo o texto e substitui
    :%s/OLD/NEW/g

    http://www.felixgers.de/teaching/emacs/vi_search_replace.html

  7. Bruno Henrique
    19 de janeiro de 2010 às 2:59 pm

    VAleu cara. Estou FAzendo um trabalho de mineração de dados. O arquivo tem 700mb, e tava complicado de mexer com os editores “convencionais”. O VI consegue abrir o arquivo pouco a pouco, o que os outros não fazem.

  1. 27 de dezembro de 2012 às 6:46 pm

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: